Vamos falar sobre cinema.

Se você gosta de filme geek, mainstream, alternativo, de terror, comédia ou qualquer que seja o gênero, existe um podcast perfeito pra você. E essa é a beleza da coisa, a diversidade de informação. 

O podcast surgiu em 2004 e, como toda mídia, vem evoluindo, ocupando diversos espaços e falando sobre quase tudo. E, é claro, não deixaria de falar sobre a sétima arte. 

Então, se você curte muito cinema e quer uma outra forma de se informar, além dos clássicos blogs, documentários, programas de televisão e canais no YouTube, existem podcasts para todos os gostos e tempos. 

Por falar em tempo, essa mídia é perfeita para quem tem a vida corrida (quase todo mundo, né?), mas quer estar bem informado sobre o que mais gosta. Afinal, você pode baixar, pausar, voltar, avançar e ouvir quando e onde quiser. Um espetáculo!

Em uma pesquisa rápida no Google, dá pra confirmar tudo isso. O podcast Feito por Elas é um projeto que discute, critica e divulga trabalhos de mulheres no cinema. Tem também o Podtrash que analisa filmes de horror, gore e temáticas, no geral, horripilantes. E pra quem gosta de cinema e quadrinhos, uma boa é o Pipoca e Nanquim. 

Toda essa diversidade se dá ao fato de que o consumo de programas de áudio online cresceu 330% em 2018 no Brasil, um número promissor para os criadores e consumidores de conteúdo.

É pra falar e ouvir à vontade. Afinal, desde 2004, o formato podcast cresceu tanto que abriu um novo espaço para os cinéfilos soltarem o verbo e a criatividade, passando informação que agrade a todos os ouvidos. 

Se você acha que sabe como se faz um 3D, essa é a hora de ter certeza.

– Era uma vez em Vitória, um evento que…

– Corta!

– Vamos de novo. 1, 2, 3 e ação. 

Entre os dias 24 e 29 de setembro, o foco da Smoke Films estará no 26º Festival de Cinema de Vitória. Já estamos preparados para entrar em cena, prestigiar as criações locais e nacionais e apoiar o nosso cinema. Afinal, são eventos como esses que ajudam a fortalecer o cenário capixaba, além de abrir espaço para quem está começando. 

Dá um close no que vai ter este ano. No Centro Cultural Sesc Glória, no Cine Metrópolis e no Hotel Senac Ilha do Boi, acontecerão 12 mostras competitivas com diferentes temas, como cinema negro, mulher e cinema, cinema ambiental, videoclipes e muito mais. 

Com um roteiro que vai muito além do audiovisual, o festival ainda conta com oficinas e cursos que passam por todas as etapas de produção cinematográfica, ensinando sobre elaboração, gestão de projetos e também sobre crítica cinematográfica.

E, como em todo bom filme, não esqueceram da trilha sonora. O evento terá uma tenda musical que foi o maior sucesso na edição de 2018, contabilizando cerca de 90 mil pessoas até o fim do evento. Este ano ela está de volta, com artistas do Espírito Santo e do Brasil, apresentando seus mais novos trabalhos. 

Agora é só preparar a pipoca e aproveitar uma diversidade de histórias que valem a pena dar uma pausa pra assistir. 

Para mais informações, acesse o site oficial do festival: www.festivaldevitoria.com.br   



Mais recentes